out 042018
 

Nos últimos anos é crescente o interesse de empresas e profissionais em relação a métodos/abordagens ágeis, e em especial o framework Scrum vem ganhando cada vez mais adeptos. Neste contexto, é também crescente o interesse em relação a buscar uma ou mais certificações que chancelem o conhecimento individual, porém justamente (e em parte) por conta da popularidade do Scrum, há inúmeras entidades literalmente industrializando o processo de certificação, de modo que cabe uma avaliação criteriosa antes de investir tempo de estudo e dinheiro na busca por uma certificação Scrum.

Neste post oferecemos uma visão geral das melhores entidades certificadoras, e esperamos com isso ajudar a todos que estão em busca de mais conhecimento E reconhecimento, para obter o melhor que o mercado oferece.

Quem oferece boas certificações Scrum ?

Começando pelas entidades que  oferecem algum tipo de certificação, a maior ênfase a ser dada é para  Scrum.org e Scrum Alliance. Ambas tem/tiveram em seu DNA, literalmente, os “pais do Scrum”, Jeff Sutherland e Ken Schwaber.

Após algum período de “desavenças”, as duas autoridades decidiram harmonizar suas visões e, desde 2014, o Guia do Scrum (que é a referência fundamental para o Scrum detalhando conceitos, práticas, valores e muito mais) é mantido por ambas, Scrum.org e Scrum Alliance. (e, aproveitando, você pode fazer o download do Guia do Scrum gratuitamente – inclusive em Português – acessando www.ScrumGuides.org )

Além do Scrum.org e da Scrum Alliance, merece também menção o PMI (Project Management Institute): a maior Organização sem fins lucrativos a divulgar e fomentar o desenvolvimento das práticas em Gerenciamento de Projetos também tem adotado um crescente viés Ágil, inclusive tendo lançado uma certificação específica para praticantes da Gestão Ágil (PMI-ACP) há alguns anos.

Porém, como normalmente acontece quando algo ganha atenção crescente e/ou se torna popular, há aqueles que querem “surfar a onda”: empresas e ‘pseudo-institutos’ tentando capturar a atenção e forjando uma autoridade que não tem, ao mesmo tempo que oferecem um conteúdo de qualidade no mínimo duvidosa.

A lista cresce a cada dia e este post não pretende  “fazer propaganda” de empresas que ofertam certificações próprias mas que efetivamente não substituem nem superam o valor das certificações obtidas via Scrum.org ou  Scrum Alliance, ou mesmo do PMI.

Em relação ao que é oferecido pelo SCRUM.org e Scrum Alliance, há algumas diferenças em termos do escopo das certificações, que detalharemos no próximo post deste assunto, mas é bom também ter em mente que a Scrum Alliance coloca como pré-requisito a comprovação de participação em curso(s) equivalente(s) à certificação pretendida, e para ser elegível o curso deve ter a chancela da Scrum Alliance; ou seja, é mais um “pedágio”, além da taxa correspondente a cada certificação desejada, enquanto a Scrum.org não exige a comprovação de participação em nenhum treinamento, de modo que qualquer profissional, até por auto-estudo, pode comprovar seus conhecimentos e obter uma certificação que é reconhecida mundialmente e que tem critérios de aprovação bastante altos.

 

Resumo

Lembre-se do essencial: nem toda certificação Scrum, bem como nem todo órgão ou instituto é relevante,  portanto concentre-se nas principais fontes sólidas e reconhecidas mundialmente: Scrum.org, Scrum Alliance e PMI; e no próximo post deste assunto iremos detalhar as principais certificacões disponíveis, então fique atento(a)!

 

 Leave a Reply

(required)

(required)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>