O papel da Atlassian no lançamento em orbita de astronautas da NASA

A SpaceX se tornou a primeira empresa privada a lançar astronautas da NASA no espaço com uma missão bem-sucedida na Estação Espacial Internacional (ISS) no início da manhã de domingo de 31 de maio de 2020.

O foguete Falcon 9 colocou os astronautas da NASA Doug Hurley e Bob Behnken em órbita a bordo da cápsula Crew Dragon da SpaceX, que atracou com sucesso a ISS 19 horas após o lançamento.

Foi a primeira vez que um lançamento espacial tripulado decolou do solo dos EUA em quase 10 anos.

Hurley e Behnken passarão os próximos meses trabalhando a bordo da estação espacial antes de levarem sua nave SpaceX de volta à Terra.

O administrador da NASA, Jim Bridenstine, disse que o lançamento foi o começo de “uma nova era no voo espacial humano”.

“O lançamento deste sistema espacial comercial projetado para seres humanos é uma demonstração fenomenal da excelência americana e é um passo importante em nosso caminho para expandir a exploração humana para a Lua e Marte”, disse Bridenstine.

A NASA expandiu seu programa espacial nos últimos anos e planeja mais uma vez pousar humanos na Lua por volta de 2024 – um feito que não é replicado desde 1972.

A chegada de entidades comerciais como a SpaceX às viagens espaciais ajudou a aliviar o fardo dos contribuintes na exploração espacial financiada pelo Estado.

O foguete Falcon 9 da SpaceX pode lançar materiais no espaço por menos de US $ 4.500 por quilograma. Quando o ônibus espacial da NASA estava ativo, o custo de reabastecimento da ISS era de cerca de US $ 80.000 por quilograma.

O fundador e CEO da SpaceX, Elon Musk, ficou empolgado com o lançamento bem-sucedido, chamando de “um sonho tornado realidade” enviar uma equipe de astronautas ao espaço.

“É o culminar de uma quantidade incrível de trabalho da equipe SpaceX, da NASA e de vários outros parceiros no processo de fazer isso acontecer”, disse Musk.

“Você pode ver isso como o resultado de cem mil pessoas, aproximadamente, quando você soma todos os fornecedores e todos que trabalham incrivelmente para fazer esse dia acontecer”.

Em sua jornada para a ISS, Hurley e Behnken exibiram alguns dos recursos da cápsula Crew Dragon da SpaceX, que Hurley e Behnken apelidaram de ‘Endeavour’.

Uma grande diferenciação das missões anteriores é o painel de controle do Crew Dragon Endeavour, que consiste principalmente em telas sensíveis ao toque.

“Temos alguns botões, mas a interface principal são esses monitores”, disse Behnken.

“Então, um bom, novo e moderno cockpit que comparamos ao nosso homônimo, o Space Shuttle Endeavour”.

Você pode experimentar a interface do Crew Dragon com uma simulação de procedimento de acoplamento no site da SpaceX.

A SpaceX usa produtos como Jira, Bitbucket e Confluence da , da empresa de Tecnologia Australiana Atlassian em seus ciclos de desenvolvimento.

O co-fundador e co-CEO da Atlassian, Mike Cannon-Brookes, disse ao The Australian que estava orgulhoso de que o conjunto de softwares de produtividade da empresa tenha sido usado pelas equipes da SpaceX para ajudar a fazer o lançamento histórico.

“Todos da Atlassian podem se sentir muito orgulhosos por nossos produtos terem ajudado a enviar a primeira espaçonave particular que transportava seres humanos para órbita”, disse Cannon-Brookes.

“Nestes tempos complexos, as equipes que trabalham juntas ainda alcançam feitos incríveis.”

“É incrível ter um pequeno papel em uma grande parte da história”.

Traduzido de: https://ia.acs.org.au/article/2020/spacex-launches-nasa-astronauts-into-orbit.html


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *